Uma hora que valeu por mil!

fevereiro 19, 2016

Ando exausta! Com o Tomás doente dês de segunda feira os dias e principalmente as noites não tem sido muito fáceis. Leva o tempo todo a choramingar e não sabe o que quer, ora é colo depois chão depois mimo, e acreditem que é realmente muito cansativo. A casa acaba por ficar para trás, porque se torna impossível fazer as coisas com ele ao colo  ou então agarrado a minha perna a chorar.
Sei que ele já deve estar farto, poderá ninguém gosta de estar doente ainda por cima ele tão pequenino, mas eu estou ainda mais. Ele assim que me vê de termômetro na mão arma um berreiro porque sabe que a seguir vem um supositório, vê me a preparar os aerossóis e novo berreiro. Poderia ser mais fácil, mas eles ainda não tem capacidade de compreender isso.
Com o pai no turno da manhã as coisas ainda ficam mais complicadas pois dorme cedo e de noite pouco ajuda as 5 da manhã já está de pé! Mas ontem deixei o jantar por conta dele, e que rico marido arranjei! Fez um sopinha que ficou deliciosa. Enquanto isso deitei me no sofá e dormi uma hora, mas que valeu por mil deu para recarregar energias. Quando acordei tinha a sala do avesso, pá e vassoura espalhadas pelo chão e um bebé dentro da gaveta do aparador, e percebi que estava de volta a "vida dura" que tem sido os últimos dias.
Sei que melhores dias virão e já não vejo a hora disso, tinha tantos planos para fazer com ele. Receitas, brincadeiras e passeios agora que está em casa comigo. Vamos ver se para a semana a nossa rotina volta ao normal, esperamos bem que sim.

You Might Also Like

2 comentários