E quando as 4 da manhã eles decidem (...)

abril 11, 2016

4 da manhã isso mesmo! Nem minuto a menos nem a mais foi a essa hora que ele de dentro da sua cama deu início a um longo berreiro. Pensei que seria fome, e cheia de frio e de sono lá me levantei e foi até a cozinha fazer lhe o biberão. Dei lhe o leite e lá ficou, pensava eu que seria até de manhã 5 minutos e começou a chorar de novo e o leite lá continuava no biberão. Não queria bebe ló, não queria a chupeta, não queria colo e muito menos cama! Apontava em direção a nossa mesa de cabeceira e eu não compreendia o que ele queria dela porque pouco tenho lá em cima, telemóveis, um peluche, o leite que ele não bebeu e uma lata de coca-cola daquelas com os nomes sabem? Depois de tanto chorar e até mesmo de dizer "dá!" lá percebi que o que ele queria mesmo era o telemóvel! Não teria sido mais fácil se ele falasse!? Pediu panda, pôs, dei lhe o telefone para a mão e fechei os olhos, ao fim de 40 minutos pediu o leite e lá dormiu... Vida de mãe é isto acordar de noite para ver a série favorita do filho!

You Might Also Like

0 comentários