As minhas quatro pernas com rodas!

julho 13, 2016

Sim sem dúvida que o meu carro são as minhas pernas! Antes de ter carta andava a pé por todo o lado e muitas vezes de autocarro, coisas de adolescentes chegava a ir à pé para a praia e voltar sempre cheia de energia e não havia caminhada que me metesse medo.

Mas as coisas já não são bem assim. Tive quase dois anos para tirar a carta, por burrice minha que não metia os pés na escola que era a dois minutos de casa. Quando tirei a carta já estava grávida de três meses e no dia em que passei no exame de condução peguei no carro e lá fui eu sozinha (com o meu irmão a pendura mas que não servia de nada não tinham nem tem carta). Foi um trajecto de 5 minutos que percorri em 15/20minutos talvez, a 20/30 km por hora ou menos, demorava eternidades para arrancar numa subida e para me meter numa rotunda nem vós conto. Mas lá fui ganhando prática e hoje com dois anos e pouco de carta ninguém me para, vou para todo o lado sem medos e sozinha se for necessário fora de questão está andar a pé! Nem sei como conseguia eu andar tanto antigamente devia estar louca!! Agora com o Tomás também é mais complicado andamos sempre carregadas.

Hoje enquanto o namorado limpava o carro, com ajuda do Tomás, olhei para tudo o que estava dentro da bagageira e questionei-me como é possível andar com tanta tralha atrás! Mas tudo faz falta, tirando a mesa do campismo que ainda não voltou para o lugar dela. É carrinho, sombrinha, brinquedos e por aí fora. Serei a única que ando assim ou mais alguém que ande sempre com a bagageira entulhada de coisas (deles!).

Ps.: Falando em carrinhos e bagageira. É algo que quando estamos grávidas muitas de nós não pensamos que possa existir uma ligação entre essas duas coisas mas existe e muito grande! É um dos pontos essenciais quando se compra um carrinho e se tem um carro pequeno, convém ser o mais compacto possível, as vezes eles acabam por caber mas o pior depois é quando vamos aos compras e não conseguimos meter nada dentro do carro. O primeiro carrinho do Tomás da Chicco acabava por ser muito grande e pouca coisa cabia lá dentro, este novo apesar de ser grande tem a vantagem de tirar e pôr as rodas facilmente e acaba por ocupar menos espaço que o outro.

You Might Also Like

0 comentários