E se fossemos uma família de 4!?

agosto 09, 2017

Temos andado com um peixe para trás e para a frente e alguém nos disse que o lugar do Peixe Gigante devia ser ocupado por uma mana para o Tomás.

Bem não vamos comparar um peixe com um filho, o peixe não come, não chora, não tem de mudar a fralda, tomar banho e não me dá noites em claro. Mas a verdade é que amor de Mãe duplica-se por dois ou mais corações, quem cuida um cuida dois, o resto é tudo questão de esforço... Menos um par de calças para a mãe mais um body para o Baby, menos uns ténis para o pai mais um pacote de fraldas... A logística não seria uma coisa do outro mundo... Mas então e como se gere dois filhos: um que chora de três em três horas comer e um que faz birras de dez em dez minutos!? Como se tira os dois do carro quando estão a dormir!? Como posso tomar banho sozinha em casa com eles!? .

Se calhar ainda não estava preparada para ser mãe de dois, ou talvez seja como do primeiro o instinto surge na hora sem se saber bem de onde!

Bem por enquanto vou sendo mãe dele e do Peixe Gigante que não me dá trabalho, tirado ter de o andar a carregar para a frente e para trás porque pesa quase tanto como o Tomás.




You Might Also Like

3 comentários

  1. Quem sabe não esteja na altura de dares um irmão ao Tomás eheh :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem sabe, as vezes acho que está na altura certa mas tem dias que não sei bem... Todo no tempo certo e com certeza corre bem. Beijinhos

      Eliminar
  2. Não penses demasiado. Se a ideia já anda a rondar a tua cabeça, em breve vai crescendo a vontade ;)

    ResponderEliminar