Criar costumes!

janeiro 04, 2018

Para mim a passagem do ano diz me pouco. É dia de festa é verdade mas passamos sempre em família claro que também nos divertimos mas não há música, comida e bebida a descrição numa quinta algures por aí! Somos poucos mas bons e isso é que importa!

Não temos nenhuma tradição não bebemos espumante nem comemos passas, não há pratos partidos, tachos a bater ou cadeiras que nos aguentem! As doze badaladas por dois anos seguidos foram festejadas a três! Nós os dois e ele numa varanda com vista para o Rio Sado onde contemplámos o fogo da Baía e o de Tróia. Ele estava eufórico, gritou e pulou, viu atentamente cada foguete que rebentava no céu! Não há maior felicidade que essa de começar o ano novo em festa e principalmente juntos! Que assim seja sempre e se não havia custumes passou haver! Nós os três, faça frio ou chova naquela varanda com vista para o rio Sado a ver um dos fogos mais bonitos de Portugal Continental, até ao dia em que ele nos der com os pés e queira virar o ano com os amigos! 

E por aí como passam a meia noite!? Tradições e custumes?



A qualidade é péssima mas o que importa!?









You Might Also Like

0 comentários