Eu não queria ser mãe de menino!

janeiro 12, 2018

Quando sonhava em ser mãe, imaginava um mundo cor de rosa. Entre saias e laços, barbies e bonecas. No dia em que surgiu o positivo na minha cabeça só passava nomes de meninos (coisas do destino) Tomás e Renato andavam na disputa e não faço ideia como te chamarias se fosses uma menina, porque nunca decidimos um nome. Tomás foi a escolha, aquele que eu mais queria, o pai não disse logo que sim, fez se difícil mas lá se rendeu. Depois de 4 meses de espera naquela ansiedade de não teres nome se fosses uma menina descobrimos que vinha aí mesmo um menino, Tomás! Foi aí que o meu mundo se pintou de azul, descubri que afinal o outro mundo também é belo! Que roupas de menino também são giras e fofas e que o meu corredor preferido na secção dos brinquedos é o dos carrinhos e das bolas.
Tu nasceste e provas te me realmente que o amor em tons de azul não tem limite assim como o céu e o mar não fossem eles azul também! Monstras te me que união de mãe e filho é uma coisa de outro mundo, que realmente somos os melhores amigos que podiam existir a face da terra.

Quando imagino ter outro filho, um dia, não me vejo noutro mundo se não este nosso que dividimos e que tu me ensinas te a amar!

 

You Might Also Like

0 comentários