[DES]COMPLICAR!

fevereiro 18, 2018

Há dias em que me sinto uma mãe de outro mundo! Já fui criança e proporciono momentos ao meu filho que me davam prazer quando era miúda. Sou uma mãe simples que tenta aproveitar a vida ao máximo como se não houvesse amanhã! Quero que ele seja igual, quero que ele veja a vida com os mesmos olhos, que viva tudo ao máximo e principalmente que seja feliz!

Tento sempre que ele seja uma criança livre mesmo com regras. As rotinas são poucas mas ele conhece bem as poucas que tem. Dei lhe coisas a comer antes do tempo estipulado pelos médicos e dou lhe "açucares" sem pesos na consciência! Anda descalço em casa seja verão ou inverno, brinca na terra e se calhar anda a chuva, salta em poças de água com ténis e não de galochas.  Brinca e brinca muito, joga a bola na rua mesmo que esteja frio e seja de noite, corre, salta e é feliz!

E hoje andou de trotinete no meio da estrada com dois adultos do lado e cai o mundo e a trindade em cima de mim! Assim como quando por azar os cintos da cadeira aparecem nas fotografias e estão mal postos, assim como quando está frio e não tem casaco na fotografia, assim como quando aparece a comer um chupa ou um chocolate, assim como...

Serei a única que em miúda também andava de bicicleta na estrada, que comia doces, que não punha o cinto no carro ou o metia mal? Sou a única!?

Juro que sou uma mãe descomplicada mas há dias em que me sinto uma E.T. neste mundo da maternidade! Mas de uma coisa tenho a certeza: estou a criar uma criança FELIZ!




You Might Also Like

1 comentários

  1. Enquanto mãe, vais ser sempre julgada, faças o que fizeres. Há-de haver sempre alguém que não concorda com as tuas atitudes. Eu não sou tão "descomplicada", para usar as tuas palavras. O cinto de segurança é muito importante, por alguma razão não deve andar sem ele. O meu filho, por exemplo, não pode andar descalço, que fica logo doente. O mesmo se andar sem casaco ao frio. E isso dos açucares... não te podes regular pelo que se fazia antigamente... as coisas evoluem e percebemos com o tempo que há consequências no futuro da nossa saúde devido a coisas que se julgavam inofensivas na nossa infância. É muito importante que cries uma criança feliz, mas não podes esquecer o resto :) Ainda assim, não estou aqui para te julgar, fazes o que achares melhor, apenas a dar a minha opinião, conforme o que publicaste. Desde que cuides dele como achas melhor, não te preocupes muito com os outros :)

    ResponderEliminar