A idade dos porquês!

junho 07, 2018

Vida de mãe é assim sai de uma já entra noutra! As crianças são feitas de fases e é difícil escolher a pior. Cada qual é difícil a sua maneira é preciso muita calma para saber lidar com algumas e litros de paciência para saber lidar com outras.

|| Entramos numa fase que para mim depois 
dos terrible two talvez seja das piores! ||

“Mãe porquê é que vamos por este caminho!?” “Mãe porquê é que ela se chama Maria!?” “PORQUÊ!?” “PORQUÊ!?” 

E são tantos os porquês que as vezes ate nós nos questionámos “Mas porquê!? Porquê tantos porquês!?”

O certo é que é apenas mais uma fase, que surge entre os 3/4 anos na altura em que a criança começa a descobrir a sua identidade pessoal e também ganha mais curiosidade sobre o mundo que a rodeia. 

É importante a cima de tudo respeitar as crianças nesta fase, responder lhes sempre com calma e paciência, responder correctamente as perguntas deles fará também com que fiquem satisfeitos e se eventualmente alguma questão não for fácil e nós nao soubermos não custa dizer que vamos pesquisar e que até o podemos fazer juntos! A cima de tudo o importante é ouvir e responder sempre para que a criança se sinta compreendia e não ganhe frustrações. As respostas para nos podem ser banais mas para elas farão muita diferença, ajudará  no seu processo de aprendizagem assim como na sua valorização pessoal. 

É uma fase complexa e muito importante para o desenvolvimento pessoal da criança daí ser uma das fases em que mais temos de ter calma e paciência! 

Cá em casa não tem sido fácil, pensei mesmo que essa fase surgisse mais tarde e fomos apanhados de surpresa! Sinceramente já lhe demos algumas respostas menos boas quando as perguntas são no nosso entender de mais, mas no fundo para ele é algo tão importante que não consegue compreender que tem de parar! Até porque afinal não tem, não tem de parar, ele simplesmente quer saber mais e perceber mais! Talvez tenha de ler mais sobre esta fase, tomar um chá calmamente diariamente e arranjar litros de paciência para ultrapassar mais uma, mais uma fase daquelas que nos tanto gostamos!






You Might Also Like

0 comentários