Como lhe resisto?

julho 29, 2015

Digam me se conseguem, ou sou só eu que não consigo?

Hoje enquanto dava almoço ao Tomás fui incapaz de ralhar com ele, simplesmente desmanchei-me a rir! Sim leram bem, ri tanto mas tanto que até me vieram as lágrimas aos olhos! Mas depois pensei e senti me mal, por não ter sido capaz de ralhar com ele. Naquele momento não consegui mesmo parar de rir! Ele estava a comer a sopa meia dúzia de colheres tudo muito bem, até que decidiu começar a fazer "brrrr" com a boca cheia, estão a imaginar o filme!? Sopa por todo o lado, eu a tentar apanhar com a colher o maior que lhe escorria pelo queicho e meter na boca e ele continuava e entres os "brrrrs" ia se rindo, não aguentei e pronto desmanchei me a rir. Só pensava para mim isto não devia estar a acontecer eu devia estar a ralhar com ele! Respirei fundo contei até três enquanto o Tomás ia comendo mais umas colheres de sopa tal e qual como tinha começado até que... Ou não de novo! Lá me contive e ralhei com ele, mas ele continuava a rir-se para mim. Deve ter ficado confuso, primeiro achei piada a brincadeira e depois ralhei. Enfim ele lá parou e depois disso pouco comeu. Sem esquecer que no meio deste aparato todo já tinha jogado a mão a tijela da sopa e derramado a por cima da cadeira. A hora de almoço é sempre uma valente aventura, nunca sei o que me espera.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Uiii sem bem o que e isso a minha fazia sempre isso no inicio era um filme, sopa para todo o lado e tal como tu, tinha muita vontade de rir e difícil aguentar neste casos, quando precisamos de chamar atenção dá uma vontade súbita de rir arrre estes miúdos têm a capacidade de nos deixar assim.
    agora ja não faz nada disso só quer e comer muito rápido não vá a sopa saltar do prato o que é um grande desperdício eh eh.

    ResponderEliminar